A tecnologia LED é econômica, menos agressiva ao meio ambiente, têm maior eficiência luminosa e ainda ajuda a criar um clima aconchegante para a sua casa. Mas, afinal de contas, você sabe como escolher a melhor lâmpada de LED para o seu lar?

Diferentemente das incandescentes e fluorescentes, as lâmpadas de LED são muito mais modernas e contam com uma resistência bem-superior. Contudo, é preciso ter em mente que, para conseguir todos os benefícios que essa tecnologia tem a oferecer, a lâmpada precisa ser de boa qualidade.

Foi pensando nisso que reunimos, neste conteúdo, as principais informações que você precisará na hora de escolher a melhor lâmpada de LED para a sua casa! Confira!

Quais são os critérios na hora de escolher uma lâmpada de LED?

Você já observou a embalagem das lâmpadas e se deparou com números, mas ficou sem saber o que eles significavam? Cada um deles representa uma característica da lâmpada de LED. Mas não se preocupe, pois vamos esclarecer tudo que é importante saber antes de comprar as lâmpadas para a sua casa. Acompanhe!

Lúmen e Watts

O lúmen (lm) indica a quantidade de fluxo luminoso que a lâmpada emite, ou seja, quanto maior esse número for, mais brilho é fornecido. Esse é um dado essencial a ser observado para que você consiga atingir as suas necessidades de iluminação, porém não é a única informação importante.

Isso porque também é preciso analisar os watts (W) da lâmpada. Esse é um número que diz respeito ao consumo de energia, por isso está ligado diretamente ao seu bolso. Sendo assim, o ideal é procurar uma lâmpada que forneça uma boa quantidade de luz (lúmen), mas que consuma pouca energia (watts).

Índice de Reprodução de Cor (IRC)

Outro aspecto muito importante para escolher uma boa lâmpada de LED é o IRC. Esse dado se refere a uma escala que vai de 0 a 100 e tem a ver com o nível de reprodução de cores.

Powered by Rock Convert

Para esclarecer melhor: o sol é a nossa principal fonte de iluminação, não é mesmo? Então, quando uma lâmpada apresenta o nível máximo dessa escala, no caso 100, quer dizer que ela reproduz mais fielmente as cores que enxergamos com a luz natural do sol.

Sendo assim, na hora de escolher a lâmpada de LED, verifique em que nível ela se encaixa nesse índice. O ideal está entre 80 a 100 para uma boa reprodução de cores.

Certificações de qualidade

Existem diversos tipos de lâmpadas de LED no mercado, e, para conseguir adquirir um produto de qualidade, é preciso verificar se os rótulos apresentam a certificação Inmetro. Afinal, isso quer dizer que a lâmpada passou por muitos testes e realmente tem todo o desempenho prometido pelo fabricante.

Além de garantir a eficiência do produto, essas certificações dão muito mais segurança para o comprador, já que uma lâmpada falsa pode vir a superaquecer, causar curto-circuito, provocar choques e, até mesmo, incêndios.

Então, para verificar se a lâmpada tem uma certificação de qualidade, observe os seguintes detalhes no produto.

  • Idioma: as lâmpadas certificadas trazem as informações sobre o seu funcionamento em português;
  • selo Inmetro: os produtos certificados contam com um selo de fácil identificação no rótulo;
  • etiqueta de informações: toda lâmpada de LED deve ter uma especificação com dados, como eficiência luminosa, potência e fluxo luminoso (em lúmens).

As lâmpadas de LED são excelentes opções para iluminação da sua casa. Além de serem mais econômicas, têm vida útil prolongada e oferecem boa eficiência luminosa. Contudo, ao adquirir esses produtos, é preciso certificar-se de que está comprando a melhor lâmpada de LED para a sua casa.

Tentar comprar o produto mais barato com o intuito de economizar pode surtir o efeito contrário, já que essas lâmpadas costumam apresentar falhas, ter baixa qualidade de iluminação e serem pouco seguras. Sendo assim, considere nossas dicas e sempre conte com um profissional de qualidade para a instalação.

Então, já sabe como escolher a melhor lâmpada de LED para a sua casa? Compartilhe este post nas suas redes sociais para que mais pessoas tenham essas informações.