Um sistema de iluminação bem-planejado em todos os cômodos é um dos principais elementos de toda reforma ou construção. Normalmente, prioriza-se a sala de estar, a cozinha e outros ambientes sociais, mas a verdade é que a iluminação de banheiro também é muito importante para harmonizar a casa e, claro, valorizar a construção também.

Apesar de, normalmente, ser um espaço pequeno, cuidar da ambientação e decoração do banheiro é tão importante quanto pensar nos outros cômodos. Afinal, o espaço também precisa de iluminação adequada para ser funcional no dia a dia.

Para você que tem dúvidas sobre como criar o sistema de iluminação adequado e a importância desse elemento para o banheiro, a seguir, explicamos algumas dicas que te ajudarão a entender melhor o assunto. Confira!

1. Escolha os tipos de lâmpadas adequados

Uma das principais preocupações que você deve ter ao planejar a iluminação de qualquer cômodo é começar escolhendo a lâmpada certa. Normalmente, tanto as versões LED e fluorescentes são indicadas, mas um detalhe que ajuda a escolher a melhor é conferir o IRC (índice de reprodução de cor).

O IRC serve para medir a fidelidade da reprodução das cores vistas sob uma iluminação natural. Na prática, IRC entre 80 e 100 já é considerado excelente para um banheiro. Algumas opções de lâmpadas recomendadas são: a PAR20 de LED blindada, placas de LED, dicroica e minidicroica.

A PAR20 e as placas de LED podem ser usadas como luz geral. A minidicroica ou dicroica são usadas no espelho, e as quantidades dependem sempre do tamanho do ambiente. Caso haja ponto de luz na parede, pode-se complementar a iluminação com arandelas que ofereçam luz frontal, que são ótimas para ser usadas durante a maquiagem ou mesmo para os homens fazerem a barba.

Pode parecer bobagem, mas, graças à lâmpada certa, você corre menos riscos de sair de casa com uma maquiagem malfeita, com as cores que não valorizam a sua pele, por exemplo. Hoje, o mercado oferece uma infinidade de lâmpadas para atender a todas as suas necessidades, basta procurar entender um pouco sobre o assunto para não fazer investimentos errados.

2. Destaque alguns pontos importantes na iluminação

Alguns pontos do banheiro são estratégicos e merecem um tratamento especial quando  a iluminação for colocada. Esse é o caso dos espelhos e também de banheiras ou box.

Nos espelhos, a ideia é trazer não só um toque decorativo ao elemento, mas também fornecer luz suficiente para que a pessoa possa fazer a maquiagem ou a barba sem problemas.

Por isso, nada de posicionar as lâmpadas de maneira que elas criem sombras que distorçam a imagem refletida. Para isso, atenção na hora da instalação dos embutidos de lâmpada dicroica ou minidicroica. Eles devem ficar posicionados a, no máximo, 20 centímetros de distância da parede. Mais do que isso, podem causar sombras que atrapalham.

Já no box ou na banheira, pode-se colocar lâmpada PAR20 blindada ou, caso goste de relaxar no momento do banho e queira ter uma opção de pouca luz, pode ser usada a minidicroica com filtro, para favorecer o clima de relaxamento. Vale lembrar-se de que é importante deixar que essas luzes sejam acionadas separadamente, ou seja, tenham interruptores distintos.

Powered by Rock Convert

Uma dica útil é começar escolhendo o sistema de iluminação principal e, depois, partir para os pontos específicos, como os espelhos e as bancadas, por exemplo. Devem ser respeitadas, também, as dimensões do espaço, de forma que quanto maior for a área do cômodo, mais pontos de luz serão necessários.

Preste atenção também aos outros elementos que compõem o banheiro, como as cores dos pisos, azulejos e, mesmo, os móveis escolhidos. Se esses detalhes tiverem tons claros, certamente ele precisará de menos iluminação artificial. No entanto, ao escolher cores escuras e mesmo opacas, lâmpadas mais potentes precisarão ser usadas para trazer um equilíbrio.

3. Use as cores certas de lâmpadas

De forma geral, existem as chamadas lâmpadas quentes, também conhecidas como lâmpadas amarelas, e também as frias, que são aquelas de tonalidade branca. Não existe uma lâmpada certa para o banheiro, sendo preciso compreender a diferença entre as duas para saber onde aplicar melhor cada uma.

A luz amarela é mais confortável para os olhos e, por isso, muito usada em ambientes que são próprios para o descanso, como o quarto. Já a luz branca é perfeita para ambientes em que é necessária uma iluminação mais potente, que te ajudará a manter a atenção, como na cozinha.

Por ser um local em que se executam tarefas práticas e que precisam de foco nos detalhes, é comum que as lâmpadas escolhidas sejam as de iluminação branca. Isso porque elas oferecem um fluxo luminoso um pouco melhor e nos deixam mais alerta!

No entanto, se você quiser um banheiro mais aconchegante, as lâmpadas amarelas são as mais indicadas.

4. Encontre as luminárias adequadas

Entre as luminárias mais comuns que são usadas nos banheiros, destacamos os seguintes modelos.

  • Plafon: são os modelos de sobreposição. No caso dos banheiros, usamos plafons apenas quando não há forro de gesso.
  • Embutido: como o nome diz, são modelos de embutir no forro de gesso. Existem spots de embutir para lâmpadas como a PAR20 e a dicróica e também o que chamamos de plafons de embutir, categoria das famosas placas de led.
  • Arandela: pode ser posicionada na parede, próxima ao espelho, proporcionando uma melhor visão para quem faz maquiagem ou barba no cômodo.
  • Pendentes: são recomendados apenas para lavabos, uma vez que são peças decorativas e raramente fornecerão a quantidade de luz necessária para um banheiro.
  • Luminárias de vidro ou acrílico fechadas: são ideais em banheiros, principalmente porque o vapor não degradará as lâmpadas com facilidade.

Lembre-se de que o banheiro é uma área com diferentes espaços para variadas finalidades, e isso deve ser respeitado no projeto. Por exemplo, onde fica o box é possível criar um espaço interessante com luzes de tonalidades diferentes baseadas na cromoterapia, afinal, é um lugar perfeito para se relaxar.

Já para a área da bancada, o ideal é pensar em uma iluminação específica que ajude no momento de fazer a barba ou maquiagem, por exemplo. Nesse caso, o indicado é instalar um foco frontal de luz que ajudará a iluminar o rosto por igual. Ao redor do espelho, também é recomendado que se coloque algum tipo de iluminação.

Apesar de todas as dicas que mostramos, é importante lembrar-se de que cada pessoa tem um gosto. Você pode preferir um banheiro com muita luz ou com luz mais baixa. Por isso, o ideal é contratar uma empresa especializada para fazer o serviço de acordo com as suas ideias.

O importante é sempre pensar na iluminação como um todo no banheiro e, depois disso, partir para escolher os pontos de luz que ajudarão em locais específicos, como a bancada e a área do box.

Se você gostou deste post sobre iluminação de banheiro, aproveite também para conferir o conteúdo que fizemos sobre as vantagens de se apostar na iluminação embutida!