Você já parou para pensar como a iluminação de ambientes é importante na decoração? Em um ambiente, além das peças decorativas, a forma como a luz é projetada dentro dele exerce diversas funções — desde iluminar o cômodo por completo até dar destaque para uma parte do ambiente ou um móvel específico — e pode causar sensações diversas, como relaxamento em ambientes como quartos e salas ou completa atenção, como nos escritórios ou cozinhas.

Neste post, separamos alguns dos principais erros em relação a esse assunto para que você não os cometa quando for planejar a iluminação do seu imóvel. Confira!

1. Não observar a finalidade de cada espaço

Cada ambiente é projetado com a finalidade de atender a alguma necessidade e, por isso, a iluminação projetada para ele deve ser pensada para atender a funcionalidades específicas. Uma lâmpada de cor ou temperatura errada pode causar desconforto ou improdutividade.

Pense nos ambientes. Colocar uma iluminação na cozinha que utilize luzes mais fracas ou amareladas pode causar acidentes. Já em um quarto ou uma sala de TV, uma luz muito clara e branca pode incomodar quem passar algum tempo dentro desses cômodos. Por esse motivo, um bom planejamento é necessário.

2. Não utilizar outras fontes de luz no ambiente

Muitas vezes, somente uma fonte de luz não é suficiente para a iluminação de ambientes e isso pode fazer com que algumas partes deles fiquem no escuro. Para resolver esse problema, a solução é apostar em focos de luz para destacar certas áreas.

Powered by Rock Convert

Em uma sala, por exemplo, o ideal é ter a iluminação central e alguns pontos de luminância próximas a uma área de leitura. Já em um quarto que tem dupla função, como um home office, a dica é apostar em uma iluminação para cada área.

3. Não fazer um bom planejamento e utilizar spots de luz em excesso

Em contrapartida ao tópico anterior, luz em excesso nos cômodos também pode ser um erro, principalmente em relação aos spots que são colocados no teto. A impressão é de que quanto mais deles forem instalados, mais luminosidade vai gerar, certo?

Errado! Não é bom confiar nesses objetos como fonte de grande iluminação, porque eles não iluminam as paredes. Instalar vários deles só vai gerar um grande desperdício de energia elétrica e, ainda assim, o ambiente pode não ficar tão bem iluminado. A dica é utilizar os spots para iluminar certos pontos e objetos que merecem destaque, como um painel de TV ou quadros e fotos em uma parede.

4. Não tomar cuidado com a fiação

Esse é um ponto que merece bastante atenção, porque qualquer erro relacionado aos fios elétricos pode causar acidentes graves. Outro ponto a ser considerado é em relação a quanto tempo a instalação foi feita. Isso porque fios muito antigos podem contribuir para o aumento na conta de energia e fazer com que as lâmpadas queimem com mais facilidade.

Por isso, a contratação de um bom profissional para realizar esse serviço é imprescindível. Qualquer tipo de gambiarra pode gerar muita dor de cabeça e gastos desnecessários no futuro. Ainda em relação a esse assunto, é bom salientar que é extremamente importante realizar a verificação da fiação periodicamente para evitar problemas.

Como você pôde perceber, é de extrema importância saber o que fazer quando o assunto é iluminação de ambientes. Dessa forma, é possível projetar o melhor de cada espaço e fazer com que cada cômodo desempenhe sua função da melhor maneira possível.

Gostou do assunto do texto? Então aproveite para descobrir 5 dicas incríveis para ampliar ambientes pequenos!