Iluminação de home office: principais dicas para montar a sua

Iluminação de home office: principais dicas para montar a sua

Para garantir excelente produtividade trabalhando em casa, um ponto fundamental que deve ser considerado é a iluminação de home office. Capaz de aumentar consideravelmente o foco e a concentração, uma iluminação de qualidade traz, também, conforto e sofisticação para o dia a dia de trabalho.

Neste post, separamos as melhores dicas para você investir em um projeto luminotécnico e ter melhores resultados em seu emprego. Confira!

Escolha uma lâmpada de LED

O home office é um espaço de dedicação, empenho e bastante trabalho. Qualquer ambiente que envolva produtividade deve ter uma iluminação de qualidade que proporcione mais saúde e potencialize o processo criativo, estimulando a concentração.

Então, para que esses resultados sejam atingidos, o ambiente precisa ter uma incidência luminosa uniforme e não ofuscante, evitando o desgaste dos olhos e criando um ambiente propício para desenvolver as funções de forma eficiente.

Com isso em mente, o ideal é apostar em lâmpadas LED de temperatura branca — para estimular a concentração — em peças que ofereçam um sistema direto e indireto de luz, isto é, que possam focar o feixe luminoso em determinado espaço e, ainda assim, manter a claridade uniforme no cômodo.

Além disso, o LED é uma excelente alternativa, pois não emite radiações nocivas ao corpo, tem durabilidade maior e apresenta excelente custo-benefício.

Aproveite a iluminação natural

Caso seja possível modificar a estruturação da sua casa ou apartamento, montar o seu home office perto de uma janela para que a luz natural entre com facilidade é uma excelente forma de melhorar a iluminação nesse espaço. Com isso, você evita a fadiga dos olhos e diminui a conta de luz no final do mês.

No entanto, é preciso alinhar a entrada da luz com a iluminação artificial para garantir bons resultados. Para isso, procure instalar uma luminária de forma longitudinal à janela, bem como uma persiana translúcida que proteja você e seus materiais dos horários mais fortes do sol.

Encontre a instalação perfeita para a iluminação de home office

Assim como as lâmpadas de LED e a utilização da luz natural são fundamentais para propiciar excelentes momentos de criatividade, produtividade e concentração, existem alguns elementos que você pode explorar para facilitar o seu trabalho e, de quebra, decorar o ambiente.

A seguir, listamos as melhores formas de instalação. Dê uma olhada!

Fita de LED

Não é nenhum mistério que LED é fundamental no home office, no entanto você pode ir além das lâmpadas e lançar mão das fitas de LED fixadas nos nichos e paredes. Isso porque, normalmente, os móveis que estão sob ou ao lado da mesa podem causar sombras na escrivaninha e dificultar a visualização.

Utilizando as fitas de LED, você garante uma iluminação com foco naquilo que é necessário, eliminando as sombras e produzindo um ambiente mais aconchegante para trabalhar, dando um toque a mais de sofisticação.

Pendentes

Outra opção é utilizar pendentes sobre a escrivaninha, combinando com a decoração do home office. Capazes de orientar o foco de luz, essa peça permite melhor visibilidade do ambiente de trabalho, estimulando a sua concentração e influenciando na sua qualidade e criatividade de produção.

Abajur e luminária de mesa

Por fim, você pode — e deve! — utilizar um abajur ou uma luminária de mesa alinhada a um sistema de iluminação indireto. Com isso, você garante que todo o ambiente fique claro, sem perder a opção de direcionar o foco luminoso.

Além disso, pode apostar em uma luminária de luz quente para trazer mais aconchego para o ambiente, proporcionando momentos de relaxamento e harmonia quando necessário.  

Você percebe que é possível criar uma iluminação de home office confortável e agradável, que potencialize seus resultados trazendo mais concentração e criatividade? Lembre-se de investir em lâmpadas LED, em alternar os sistemas diretos e indiretos e de apostar em instalações diferenciadas que estimulem sua produtividade.

E então, gostou do post? O que acha de conhecer um pouco mais sobre LED na decoração do quarto? Boa leitura!

Lâmpada halógena: saiba mais sobre ela aqui

Lâmpada halógena: saiba mais sobre ela aqui

Um projeto de iluminação de qualidade é tão importante quanto o design de interiores de qualquer espaço. Para compor com a luz, a lâmpada halógena é uma das mais utilizadas, tanto em interiores residenciais quanto em comerciais. Mas você sabe a diferença entre as halógenas e as demais lâmpadas? 

É comum ficar indeciso durante a escolha de lâmpadas, principalmente quando não se tem domínio sobre as características de cada tipo. 

Continue conosco e saiba tudo sobre a lâmpada halógena e como ela pode ser usada em sua casa! 

Entenda o que é uma lâmpada halógena 

São tipos de lâmpadas incandescentes com uma tecnologia melhorada. Isso porque a lâmpada halógena contém, dentro do bulbo, um gás halogênio, que funciona para restaurar o filamento que emite luz mesmo durante o uso.

A presença desses gases contribui para um considerável alongamento da durabilidade da lâmpada, especialmente quando em comparação com as tradicionais: as lâmpadas halógenas duram entre 2.000 e 5.000 horas, enquanto as incandescentes têm cerca de 1.000 horas apenas.

Outra vantagem é que, mesmo com as temperaturas atingidas pelo filamento interno, os gases halogênios impedem que o vidro dessas lâmpadas escureça e deprecie a qualidade da luz no decorrer do tempo. 

Conheça as aplicações das halógenas 

O uso mais comum é em projetos luminotécnicos de espaços internos, uma vez que as lâmpadas halógenas são capazes de fornecer uma iluminação decorativa de alta qualidade, com foco direcionado.

São muito úteis para iluminar quadros, valorizar texturas de parede, dar destaque a produtos em vitrines, dentre outras aplicações semelhantes.

Além disso, a lâmpada halógena é a que tem o aspecto mais natural para fornecer luz indireta em um ambiente, proporcionando uma atmosfera aconchegante e relaxante para os usuários do espaço. 

Saiba os tipos de lâmpadas halógenas 

Para cada aplicação desejada, com certeza há um tipo específico de lâmpada halógena no mercado para valorizar o seu ambiente. 

Dicroicas 

São mais recomendadas para iluminação decorativa de espaços interiores. As dicroicas contam com uma variedade de fachos, dos estreitos aos mais abertos, e cada um é capaz de valorizar diferentes aspectos.

Os fachos estreitos são ideais para compor com texturas de parede, por exemplo, enquanto os mais abertos são os preferidos para iluminar quadros.

AR 

As halógenas AR também têm a característica da variação de abertura de fachos. Podem ser usadas tanto para iluminação decorativa quanto para a geral de um ambiente interno, pois não causam ofuscamento e mantêm o conforto visual.

Os modelos mais conhecidos no mercado são as AR 48, AR 70 e AR 111, cujos focos estão entre 4° e 24° de abertura.

PAR 

Também conhecida como halopar, a lâmpada desse tipo apresenta uma iluminação agradável à visão, mais difusa e intensa.

Devido à alta qualidade e à vedação contra entrada de resíduos, podem ser usadas em ambientes internos — para maquiagemem banheiros, closets, vitrines — bem como em externos — no piso ou compondo o jardim. Os modelos mais utilizados são PAR 20 e 30. 

Lapiseira ou palito 

A lâmpada halógena palito tem um formato completamente diferente dos tipos anteriores: é comprida e estreita, possibilitando a criação de inúmeros efeitos. Sua aplicação se dá principalmente em lojashotéis e restaurantes, até estacionamentos. 

Halopin

É o menor tipo de halógena que pode ser usada em tensão de rede, sempre para fins decorativos. Por isso, fica permanentemente dentro de luminárias, desde os pendentes e as arandelas, até os balizadores em corredores e escadas. Deve ser mantida longe do tato, uma vez que aquece muito durante o funcionamento. 

De modo geral, a vantagem das lâmpadas halógenas é o investimento inicial mais baixo. No entanto, elas são tecnicamente inferiores às lâmpadas LED para questões como durabilidade, rendimento e aproveitamento. 

A tecnologia mais avançada das LEDs permite que sejam fabricadas em cada um dos formatos — dicroica, PAR, AR — que antes eram exclusivos à halógenas. Assim, são recriados os mesmos efeitos, porém com economia no consumo de energia, sem emitir calor para o ambiente. A duração é de até 50 mil horas. 

Agora que você já conhece tudo sobre a lâmpada halógena, suas aplicações e as diferenças com relação aos modelos LED, descubra 4 dicas incríveis para usar LED na iluminação do quarto!