Entenda como a potência da lâmpada influencia na iluminação

Entenda como a potência da lâmpada influencia na iluminação

Iluminação é um assunto sério quando se fala em decoração. Isso porque a potência da lâmpada influencia diretamente não só no consumo de energia, mas também na funcionalidade de cada um dos ambientes da casa.

A potência da lâmpada tem a ver com a eficácia com a qual um espaço é iluminado, ou seja, é mais do que a quantidade de luz oferecida. As lâmpadas de LED, por exemplo, gastam menos e iluminam mais. No entanto, nem todos os cômodos precisarão do mesmo nível de iluminação, o que faz necessário um conhecimento mais aprofundado sobre o assunto.

Vamos entender melhor?

A potência da lâmpada

Antes de mostrarmos o que levar em consideração na hora de escolher as lâmpadas certas para cada um dos ambientes, é importante destacarmos como é avaliada a sua potência. Funciona da seguinte maneira: a potência é medida em watts (W) e é definida pela quantidade de energia utilizada pela lâmpada a fim de fornecer iluminação para o ambiente escolhido.

Quanto mais energia uma lâmpada gasta, mais ela ilumina certo? Certo se a comparação for sempre feita entre iguais. Ou seja, LED com LED, lâmpada halógena com lâmpada halógena e fluorescente com fluorescente.

Por causa da afirmação acima, sempre se associou potência a quantidade de luz. Porém a grandeza que define a quantidade de luz que uma lâmpada emite são os lúmens (lm). Quanto maior a quantidade deles, maior será a capacidade de iluminar o ambiente. Quanto mais lúmens emitidos com menor gasto de energia (potência), mais eficiente é uma lâmpada.

Vamos a um exemplo: uma lâmpada PAR20 halógena tem uma potência de 50W e oferece o mesmo tanto de iluminação que uma PAR20 de LED com potência de 7W. Nesse caso, fica mais simples entender que a potência não significa necessariamente que uma lâmpada ilumina mais do que outra, mas sim a quantidade de energia que ela utiliza para se manter acesa.

A escolha das lâmpadas

Quanto maior a necessidade de iluminação, maior deverá ser a potência da lâmpada, o que equivale a um número de watts mais elevado. No entanto, com o surgimento do LED, comprovamos no exemplo acima que é possível iluminar mais com menor gasto de energia.

Nesse caso, a quantidade de luz deve ser medida por lúmens que equivalem ao fluxo luminoso. Sendo assim, quanto maior a quantidade de lúmens por watt, mais eficiente é a lâmpada. Por isso, na hora de escolher o produto que comprar vale a pena pesquisar sobre o número de lúmens para fazer uma escolha mais eficaz, de acordo com as necessidades do ambiente.

O tipo de ambiente e a necessidade de iluminação

Cada tipo de espaço pede uma iluminação diferente, isso é fato. No entanto, tratando-se de economia e durabilidade, o LED é uma das opções mais acertadas para a maioria dos cômodos de uma residência. Isso porque essa opção, além de oferecer uma potência boa de iluminação, tem uma durabilidade maior, o que faz com que seu custo-benefício seja mais vantajoso.

Pense em uma sala de estar com móveis antigos e quadros. Você não quer que esses elementos sejam danificados pela iluminação, certo? O LED aqui é uma opção certeira, pois além de não emitir raios infravermelhos e ultravioletas, não esquenta, o que evita danos a esses materiais.

Os quartos também são espaços nos quais as lâmpadas de LED podem ser inseridas se o objetivo é conseguir uma iluminação uniforme e indireta, garantindo mais conforto e aconchego.

No caso das cozinhas, é importante considerar ainda o Índice de Reprodução de Cor (IRC) das lâmpadas, pois é um local de trabalho onde é preciso enxergar as cores perfeitamente para manuseio de utensílios e alimentos.

Geralmente, os ambientes bem iluminados contam com mais de um ponto de iluminação. Isso faz com que seja necessário planejar e analisar as necessidades de cada um dos espaços, principalmente no que diz respeito a inserção de lustres, spots, posicionamento da luz, entre outros detalhes.

Gostou de saber mais sobre a potência da lâmpada? Tem alguma dúvida sobre como escolher a opção mais acertada ou mesmo sobre a necessidade de iluminação da sua residência? Conte pra gente nos comentários!

Aprenda aqui a fazer uma incrível decoração para varanda gourmet

Aprenda aqui a fazer uma incrível decoração para varanda gourmet

As varandas gourmet estão entre as maiores vantagens dos novos empreendimentos residenciais. Por ser um ambiente especialmente feito para receber amigos e família para festas ou jantares, a decoração para varanda gourmet deve ser tão bem planejada quanto os outros espaços!

Para isso, é importante focar na organização, além de manter a atenção ao estilo decorativo e aos detalhes — que fazem toda a diferença!

Quer aprender mais sobre decoração? Precisa de ideias? Então, acompanhe o nosso post e descubra como deixar a sua varanda gourmet incrível e com a cara da sua família!

Como fazer decoração para varanda gourmet

Elabore um planejamento detalhado

Primeiramente, é essencial definir quais funções serão desempenhadas no espaço. Existe bancada e churrasqueira para o preparo de alimentos? É possível dispor qual tipo de mobiliário? Parece básico, mas são perguntas importantes para compreender as possibilidades da sua varanda.

O ideal é contar com, pelo menos, duas funções: preparar alimentos e reunir as pessoas, o que exige, pelo menos, uma mesa ou bancada. Assim, você e seus convidados podem interagir o tempo todo!

Além disso, definir o estilo de arquitetura de interiores desejado também é fundamental. Afinal, deve ser esteticamente agradável e compatível com os demais espaços da residência. Estilo clássico, moderno, rústico ou industrial? A sua criatividade é que manda!

Escolha objetos decorativos adequados

Uma das grandes tendências para áreas gourmet é a decoração funcional, que usa os próprios utensílios, elétricos ou não, para compor o ambiente. Assim, aproveite suas tábuas, potes e talheres para incrementar o design. Mas atenção: procure não utilizar objetos decorativos em excesso, para que o local não fique visualmente confuso.

Plantas também são outra boa opção de decoração. Seja em forma de uma mini horta ou com suas flores preferidas, trazer o verde para um espaço assim é um movimento intuitivo e natural. Caso a área não seja muito generosa, você pode aproveitar a parede para fazer um jardim vertical ou apostar em arranjos que não exigem muitos cuidados, como suculentas ou mini cactos.

Prefira móveis multifuncionais

Quanto mais móveis multifuncionais, ou que permitam flexibilidade do espaço, melhor. Dessa maneira, é possível reorganizar o layout da varanda de acordo com o tipo de evento que será realizado.

Um bom exemplo são conjuntos de mesas e cadeiras padronizadas que podem formar uma única mesa ou receber diferentes grupos de convidados. Superfícies dobráveis também são boas opções, uma vez que também serão utilizadas de acordo com a demanda, inclusive com bancos e pufes que podem ser aproveitados na cozinha ou na sala de estar.

Aposte nos revestimentos criativos

As fabricantes de revestimentos têm investido cada vez mais em tecnologia, estampas, geometrias, cores e efeitos criativos para deixar todo tipo de ambiente encantador. Portanto, tire partido dessa vantagem e escolha as peças que mais combinam com o seu estilo de decoração.

Revestimentos com aparência de madeira ou mármore, por exemplo, garantem o design dos materiais naturais com a resistência e durabilidade dos porcelanatos, por exemplo. Azulejos com efeito patchwork conferem um visual mais descontraído, e os geométricos esbanjam modernidade. Tudo depende das suas preferências!

Dê atenção especial à iluminação

Como toda boa varanda, a luz natural deve ser prioridade durante as horas diurnas. Mas, caso essa iluminação seja muito intensa, a ponto de prejudicar o aproveitamento do espaço, invista em cortinas ou persianas que bloqueiem a maior parte dos raios diretos (mas não totalmente!). O efeito fica bastante agradável e confortável.

Para o período noturno, a iluminação geral de aparência amarelada é ideal para ambientes de relaxamento. Sobre a bancada de preparo dos alimentos, a iluminação de tarefa garante maior segurança no manuseio de objetos cortantes ou quentes. Já os pendentes, ficam excelentes sobre uma bancada ou mesa de refeição, destacando essa área.

Não se esqueça de priorizar o uso de lâmpadas LED, já que elas são mais eficientes, menos tóxicas para o meio ambiente e consomem menos energia. Assim, além de um ambiente incrível, você ainda economiza no final do mês!

Se você gostou das nossas dicas sobre como elaborar uma decoração para varanda gourmet incrível, então aproveite para acessar o nosso post e conhecer mais sobre iluminação de jardim.