Entenda como é feito um projeto de iluminação residencial

Entenda como é feito um projeto de iluminação residencial

A reforma ou construção de um imóvel envolve uma série de detalhes. Além da decoração e restauração, existem outros pontos imprescindíveis para a harmonização do espaço, como o projeto de iluminação residencial. Assim como o arquiteto cria um projeto arquitetônico e de interiores diferente para cada cliente, a iluminação também deve ser feita assim.

A seguir, explicaremos mais sobre o projeto luminotécnico, como ele é feito e por quem, e por último a importância que ele tem para a arquitetura de uma residência. Continue conosco e confira!

O que é um projeto de iluminação residencial?

O projeto luminotécnico pode ser definido como a combinação entre a arquitetura e a iluminação artificial. O objetivo é trabalhar com a colocação de lâmpadas, lustres, spots e outros pontos de luz, a fim de melhorar a iluminação do espaço.

Esse tipo de projeto tem uma funcionalidade estética nas residências, fazendo o bom uso dos pontos de luz. Mas não é só isso. O uso correto também tem outras funções, como a economia de energia.

Como ele é feito e por quem?

Para realizar o projeto de iluminação residencial, deve ser considerada uma série de aspectos não só decorativos, mas também funcionais da residência. A primeira questão é que ele deve ser confeccionado antes da reforma ou construção do imóvel.

A partir disso, cada ambiente será analisado de acordo com a quantidade de luz necessária, as atividades que serão realizadas no cômodo, se a iluminação será direta ou indireta, se haverá algum ponto focal, entre outros aspectos. Por exemplo, um quarto pede uma iluminação mais suave, diferentemente da cozinha que precisa de uma iluminação direta, bem clara, tanto para evitar acidentes quanto para desempenhar as funções no espaço.

O responsável por realizar esse tipo de projeto é o arquiteto junto com um lighting designer ou uma loja de iluminação. No entanto, para garantir a eficácia do sistema, é importante que ele conte com a colaboração de um engenheiro eletricista, que dará as coordenadas técnicas para a instalação eficaz da iluminação.

Qual a importância dele para o ambiente?

O projeto de iluminação residencial deve levar em consideração não só a estética, mas também a função de cada ambiente, como destacamos. Hoje, reduzir o impacto ambiental e economizar energia são premissas básicas de qualquer profissional que trabalhe na projetação de residências.

Sendo assim, a luminotécnica tem importância não só por pensar na decoração, mas também em formas eficazes de inserir a luz natural no espaço ou utilizar lâmpadas mais eficientes e que promovam economia.

Vale destacar que ele é essencial também por levar em consideração os hábitos e estilo de cada morador da casa, deixando o espaço aconchegante e harmonioso. A luz virá para ressaltar o que já é bonito e esconder o que não deve ser destaque.

Por exemplo, é um ótimo truque para destacar determinados aspectos da decoração, como piso, revestimentos, quadros ou até mesmo objetos decorativos. Se há paredes escuras na casa, as lâmpadas terão que ser mais intensas. Já num quarto, ela pode ser regulada de acordo com a atividade a ser realizada por meio da dimerização. Enfim, ela será o toque final, logo, se não for bem-feita, poderá desvalorizar o trabalho do arquiteto e do designer de interiores.

Por isso, o ideal é sempre procurar profissionais qualificados para realizar um projeto de iluminação residencial personalizado. Afinal, cada pessoa tem as suas necessidades, e a casa precisa ser um ambiente adaptado para os seus moradores.

Agora que já sabe mais sobre o assunto, convidamos você a entrar em contato conosco e conhecer os nossos serviços na área. Assim, poderemos oferecer um projeto luminotécnico adequado às suas necessidades!

Iluminação Feng Shui: entenda como harmonizar o ambiente

Iluminação Feng Shui: entenda como harmonizar o ambiente

A luz, seja natural ou artificial, é essencial para arrematar a decoração de qualquer ambiente, valorizando suas cores, formas e funções. Uma iluminação Feng Shui, técnica chinesa que defende que cada objeto a nossa volta emite uma energia, serve para potencializar as vibrações positivas e neutralizar as negativas.

Essa técnica pode ser aplicada aos mais diversos campos, mas sua principal atuação é nos espaços nos quais estamos inseridos todos os dias, uma vez que eles têm, comprovadamente, influências psicológicas e físicas sobre nós.

Para conhecer mais sobre a iluminação Feng Shui, seus benefícios e como trazê-la para sua casa, acompanhe nosso post!

Conheça o Feng Shui

O Feng Shui é uma técnica milenar chinesa que trabalha os elementos naturais para produzir e manipular as vibrações energéticas emitidas por cada objeto dentro de um ambiente, de forma a atrair positividade e prosperidade para o espaço e seus usuários, seja qual for o seu uso: residencial, comercial ou corporativo.

A palavra tem o seguinte significado: Feng (vento) e Shui (água), que são as duas formas essenciais de energia de vida. A criação dessa técnica surgiu após a percepção de mestres chineses de que as áreas, desde as plantações até as edificações, possuíam a sua própria vibração energética e estariam sujeitas às influências do ambiente que as rodeavam.

Nesse sentido, ela considera a influência de aspectos visíveis e invisíveis dentro de cada espaço. Os visíveis são todas as formas ali presentes — mobiliário, objetos decorativos, localização de portas e janelas. Já os invisíveis são, por exemplo, a data de construção da edificação e sua orientação com relação aos campos magnéticos terrestres.

Atualmente, o Feng Shui é considerado uma das melhores formas de elaborar uma decoração, uma vez que engloba aspectos técnicos e pessoais para encontrar um equilíbrio energético perfeito para cada ambiente. Tudo isso tem influência direta e traz benefícios para o corpo e a mente, sendo a sua utilização muito importante.

Saiba como o Feng Shui contribui para a iluminação

A iluminação é um dos conceitos essenciais do Feng Shui, significando a ativação da energia vital, o chi. Dessa maneira, lugares com uma iluminação Feng Shui bem distribuída despertam sentimentos motivadores e renovam o ânimo de seus usuários, enquanto a escuridão total ou parcial desestimula e amedronta.

A luz natural é um elemento de cura, a representação mais forte da energia vital e a preferida para deixar permear pelos vários ambientes de uma edificação. No entanto, onde se sabe que a luz solar é rara, as luminárias e lâmpadas devem trazer a claridade para cumprir esse efeito, especialmente em locais com presença de plantas.

Como destacado, as lâmpadas e luminárias desempenham o papel da energia do sol, sem a qual a vida do planeta estaria comprometida. Por isso, a iluminação adequada tem uma função tão determinante para o Feng Shui, visto que ele é uma técnica que traz energia a um ambiente.

Descubra como fazer uma iluminação Feng Shui

Aplicar a iluminação Feng Shui pode ser bastante simples, afinal, algumas técnicas iniciais já surtem efeitos incríveis na energia presente na sua casa ou ambiente de trabalho.

Deixe a luz natural entrar

A luz solar, principalmente a da manhã, atrai paz e tranquilidade e revigora as energias dos usuários dos ambientes. Portanto, desobstrua as janelas, escolhendo cortinas que possam ser abertas por completo, e habitue-se a abri-las todos os dias.

Caso os ambientes passem muito tempo vazios, procure abri-los pelo menos uma vez ao dia. Se as portas e janelas tiverem proteções como beirais ou varandas, mantenha-as parcialmente abertas durante sua ausência.

Evite cantos escuros

Distribua luminárias de chão ou abajures em cantos para evitar os pontos escuros que acumulam energias negativas. O brilho deve ser preferencialmente voltado para cima, de forma a elevar as energias vitais e contribuir também para a sensação de amplitude nos espaços.

Troque rapidamente as lâmpadas queimadas

Evite deixar as lâmpadas queimadas ou bocais vazios por muito tempo. Lembre-se de que a escuridão, ainda que parcial, provoca sentimentos negativos que prejudicam a harmonia e a vivacidade da sua casa ou escritório.

Use com sabedoria as temperaturas de cor da luz

Prefira uma iluminação indireta, em tons brancos quentes, para ambientes de relaxamento, como salas de estar e quartos. Essa escolha influencia inclusive na qualidade do sono e na saúde física dos usuários.

Para ambientes como cozinhas ou home offices, prefira luz branca mais forte, fazendo uso de rasgos de luz ou luminárias com fechamento translúcido, de forma a evitar o ofuscamento da visão. Em banheiros, o ideal é uma iluminação neutra e uniforme.

Prefira lâmpadas econômicas

As lâmpadas de LED têm a melhor eficiência luminosa do mercado atual. Investir nessa tecnologia significa, apesar do custo inicial mais elevado, grande economia em longo prazo e durabilidade.

Saiba como trabalhar o Feng Shui em diferentes ambientes da casa

No tópico anterior explicamos um pouco sobre as luzes mais adequadas em cada ambiente e agora mostraremos como a iluminação Feng Shui trabalha. Confira!

Hall de entrada

O hall de entrada é o primeiro espaço que a pessoa tem acesso ao entrar na casa. Logo, ele precisa estar bem iluminado, a fim de atrair boas energias. Nesse caso, o ideal é escolher aquelas lâmpadas e luminárias de cor clara e forte. Aqui também é recomendado a utilização de espelhos, pois eles multiplicam a luminosidade.

Quarto

Por sua vez o quarto deve ter alta incidência de luz natural durante o dia, que renova o ambiente, e à noite a iluminação deve ser em tons quentes, mais fracos para promover o descanso. De preferência as luzes devem ser posicionadas nos cantos do cômodo, criando uma sensação maior de conforto.

Escritório

Já destacamos que a luz certa para o escritório é aquela branca e forte. O indicado é que esse cômodo receba uma iluminação direta, ou seja, voltada para a mesa, computador ou livros. Agora, se você almeja induzir a criatividade e inspiração, busque também inserir as lâmpadas amarelas. A combinação entre ambas dará um toque único e potencializará as técnicas do Feng Shui.

Cozinha

A cozinha é o local de preparo de alimentos e reunião familiar, sendo assim, para fortalecer as energias propostas pelo Feng Shui de integrar todos os indivíduos é necessário optar por uma iluminação forte. O interessante é contar com janelas e muita luz natural no espaço. Durante a noite a iluminação deve ser bem colocada para que todos os elementos do ambiente estejam bem visíveis.

Outros cômodos da casa também merecem atenção como a sala de estar e a varanda, por exemplo. No entanto, eles possuem características similares como a necessidade de uma iluminação mais baixa nos cantos que estimulem a circulação de energia e promovam o conforto dos moradores.

A dica final aqui é contratar uma empresa especializada em iluminação, pois ela poderá ajudar a casar a iluminação natural e artificial. Devido a sua expertise em projetos luminotécnicos, a empresa saberá como posicionar luminárias e escolher as lâmpadas mais eficientes, deixando o ambiente iluminado de acordo técnicas do Feng Shui.

Agora que você já sabe mais sobre como a iluminação Feng Shui é importante, ficou interessado em aplicá-la na sua casa e deixar o seu ambiente mais harmonioso? Entre em contato conosco e conheça os nossos serviços!